A revolução da nova economia chegou às rodovias brasileiras. A Buser é uma plataforma de mobilidade que está mudando a maneira como os brasileiros viajam pelo País. Fundada em 2017, a startup começou suas atividades conectando grupos de passageiros a ônibus fretados, inaugurando o que hoje chamamos de fretamento colaborativo. Tudo simples e rápido. Por meio de um clique no celular, o usuário garante uma viagem inteligente: sem taxas, com segurança e preço justo. Com isso, lançou um novo jeito de viajar, trazendo mais liberdade e dando o direito de escolha para o viajante.

Em expansão contínua, a Buser vem crescendo em ritmo acelerado. A plataforma já impactou milhões de clientes, além de manter parceria com uma rede de mais de 350 empresas de ônibus. Hoje está presente em todas as regiões do País.

Por ser um modelo novo, a nossa tecnologia tem gerado questionamentos e incomodado muita gente. Ainda mais no caso do setor rodoviário no Brasil, um mercado bastante fechado e concentrado nas mãos de poucos grupos há décadas.


Assim como aconteceu em outras áreas, é natural que
a inovação disruptiva cause algumas dúvidas até ser compreendida, mas estamos orgulhosos do caminho
que estamos abrindo.

Somos uma startup que emprega mais de 500 funcionários, tem grandes investidores por trás e vive buscando melhorar a experiência do cliente. Respiramos tecnologia e levamos a sério a segurança dos passageiros. As empresas que operam com a gente tem todas as autorizações necessárias: precisam estar com os impostos em dia e são treinadas, além de contarem com licenças junto aos órgãos reguladores estaduais e federais. Ou seja,
pode confiar!

Se você quer saber mais sobre a revolução que estamos promovendo na mobilidade e fazer parte dessa mudança, vem com a gente!

Aqui é um espaço para você ficar
por dentro do nosso serviço.

Afinal, o que é o fretamento colaborativo?

É o nome dado ao transporte ao fretamento intermediado por uma plataforma de tecnologia. Antes de a Buser surgir, a intermediação era feita por agências de viagem, guias turísticos, escolas e eventos. O que a tecnologia fez foi facilitar essa relação, intermediando o contato entre passageiros e empresas de fretamento. Por atuar sob demanda, diminui os custos de operação e evita a ociosidade, e o usuário consegue economizar até 60% do frete.

Por que é mais barato?

Graças à inovação! No fretamento colaborativo não há venda de passagens, mas sim o rateio do veículo fretado entre os usuários interessados na viagem. Também não há cobrança de taxas e serviços adicionais no valor do rateio. Isso faz baratear os custos das viagens em até 60% se comparado aos preços de ônibus que saem das rodoviárias.

É legal?

Aquele ônibus que você pegava em uma excursão já era fretamento. O serviço existe há muito tempo no Brasil - o que a Buser fez foi digitalizar o processo. O serviço é realizado por meio de empresas de ônibus que dispõem de todas as licenças necessárias e recolhem os tributos em dia, o que movimenta a receita dos cofres públicos. Tudo é operado dentro da lei, como já foi reconhecido inúmeras vezes pelo Poder Judiciário em diversos estados e tribunais federais.

Por que tem apreensão de ônibus então?

Quando as pessoas decidem viajar de Buser, elas escolhem a inovação. A tecnologia é algo que gera dúvidas e incomoda quem está acostumado a fazer igual há anos. As agências reguladoras e fiscais procuram enquadrar o nosso negócio em regras antigas. Um exemplo: a regra do circuito fechado, que obriga os ônibus a irem e voltarem com o mesmo grupo de passageiros. Isso é algo que não faz mais sentido! Ter fiscalização abusiva e medidas como apreensão por conta disso também não.

E se o ônibus passar por fiscalização abusiva?

A Buser dará todo o apoio. Nunca deixamos nossos viajantes na mão. A viagem será concluída com segurança, como é padrão na Buser e o valor pago pelo consumidor será integralmente ressarcido.

É considerado transporte clandestino?

Não. Na verdade, a falsa informação de que é clandestino é uma tentativa de abalar a credibilidade e o crescimento da Buser. Os parceiros são selecionados cuidadosamente entre as empresas habilitadas a prestar o serviço de fretamento. Para se tornar um parceiro da plataforma, os ônibus precisam estar com todas as licenças em dia e os motoristas, mesmo com a habilitação em ordem, passam por um treinamento.

E segurança? O que a Buser faz?

Segurança é prioridade máxima na Buser! Além de todos os cuidados com a manutenção e de contar com motorista reserva em trechos com mais de 437 Km (ou mais de 7 horas de viagem, sendo mais exigente do que a concorrência), os ônibus da Buser contam com recursos extras de segurança, como câmeras de fadiga e a telemetria. Sem contar o suporte disponível 24h em que o passageiro pode relatar qualquer incidente na viagem. Resolvemos qualquer problema!

Afinal, a Buser paga ou não paga imposto?

Tem que ficar claro para todos: a Buser paga todos os impostos. Inventaram um boato de que o negócio é clandestino e não paga impostos. É mais uma mentira. As parceiras da Buser são pequenas e médias empresas de fretamento que pagam Imposto de Renda, PIS, Cofins, ICMS e o IPVA dos ônibus. A Buser, que faz a intermediação entre os viajantes e as empresas de fretamento, ainda paga ISS. Além disso, as empresas tradicionais têm isenções e benefícios fiscais que a Buser não tem.

Transporte fretado é um setor em expansão?

A inovação veio para ficar. O fretamento colaborativo tem um potencial gigante. Só no fretamento, são cerca de 180 mil empregos diretos e indiretos no país para manter a frota interestadual em circulação. Além disso, 30 mil ônibus, de 5 mil empresas, transportaram cerca de 12 milhões de passageiros entre os estados pelos grupos fretados, segundo a ANTT (dados 2019). Ou seja, é aí que podemos chegar.

A Buser oferece outro modelo de viagem?

Sim, saiba distinguir:
Quando a opção é sinalizada com o logo da Buser, é fretamento colaborativo. Nesse caso, o transporte é intermediado por ela para atender a necessidade do grupo formado na sua plataforma.
Quando a opção é sinalizada com o nome da operadora e consta a informação sobre a necessidade de comparecimento ao local do embarque para a emissão do bilhete de viagem, a Buser atua com um agente autorizado a vender passagem junto ao operador do transporte.

© 2021 Copyright - Todos os direitos reservados. Buser Brasil Tecnologia LTDA - CNPJ: 29.365.880/0001-81